Comunidade Portuária detalha planos do Port Community Systems na ACS

Fonte: Departamento de Comunicação da ACS

Com o intuito de diminuir o tempo de passagem da carga pelo Porto de Santos, a Comunidade Portuária definiu, na manhã desta quinta-feira (20), os primeiros detalhamentos para implantar o sistema tecnológico de integração de dados do comércio marítimo, chamado Port Community Systems (PCS), no Porto de Santos. O encontro ocorreu na sala de reunião da Associação Comercial de Santos (ACS) e contou com a presença do presidente Santos Port Authority, Casemiro Tercio Carvalho. 

No início do mês, o grupo escolheu três pautas para desenvolver o trabalho: Integração e padronização de dados atores públicos e privados; Rastreabilidade ponta a ponta; Gestão rodoviária, autos e ferrovia; e Gestão canal.

Segundo o líder do projeto de modernização portuária do consórcio Palladium, Marcelo D’Antona, o encontro desta manhã serviu para delimitar, de uma forma mais apropriada, os serviços e funcionalidades.

 

“Na primeira reunião definimos três objetivos prioritários: melhorar o processo de entrada e saída das embarcações no Porto, que hoje é um processo que leva tempo e, consequentemente, mais custo; melhorar o processo de entrada e saída de caminhões e trens do cais santista; e, os processos de inspeções físicas dos órgãos intervenientes, que hoje causam atrasos nos terminais. Sabemos que esses três levam ao objetivo principal, que é diminuir o tempo que a carga passa pelo Porto de Santos”.

Para que cada tema seja detalhado, D’Antona explica que ficou definido um cronograma. No mês de abril, serão realizadas três reuniões. “Chegamos ao consenso de não iniciar do zero o esboço de identificar quais são os gargalos, como o processo é feito hoje e quais são os defeitos apontados por cada item. Sabemos que já há iniciativas da Autoridade Portuária de Santos que podem ser endereçadas exatamente para algumas dessas questões”.

Ainda de acordo com o líder do projeto de modernização, o grande desafio é estabelecer prioridades e fazer com que a comunidade encontre um ponto em comum. “O Governo Federal já está empenhado numa reengenharia completa, desde o processo de controle de entrada e saída de mercadorias em todas as fronteiras, não apenas do Porto, como também no aeroporto e nas fronteiras terrestres. Temos controles que estão em mudança e o nosso objetivo é simplificá-los”.

Port Community System

O Porto de Santos está entre os quatro portos brasileiros que vão participar da construção do Port Community System. O projeto é viabilizado pelo Prosperity Fund, fundo de investimento britânico para países em desenvolvimento. O objetivo é diminuir o tempo de importação e exportação de produtos, reduzindo em dois dias a importação e um dia as exportações. Além de Santos, Suape, Paranaguá e Rio de Janeiro foram selecionados para integrarem o projeto.

Site da ACS

De acordo com o coordenador da Câmara de Agentes de Carga da ACS, Noslen Botelho, o grupo de trabalho poderá consultar, a partir de março, no site da Associação Comercial de Santos (www.acs.org.br) as atas e todos os estudos que forem produzidos nas reuniões. “Fica mais fácil concentrar todo esse material e deixá-lo para que os membros consultem”.
 

                                       





Rua XV de Novembro, 137 - Centro Histórico, Santos / SP - CEP: 11010-151
E-mail: acs@acs.org.br - Telefone: (13) 3212-8200 - Fax: (13) 3212-8201

desenvolvido por marcasite